nav

NOTÍCIAS





MÍDIA

Escolas do Espírito Santo adotam meditação no currículo escolar


03/09/2015


Se todas as crianças de oito anos aprenderem meditação, nós eliminaremos a violência do mundo dentro de uma geração.
Dalai Lama

A escola desempenha um papel muito importante na formação das crianças – para que se tornem adultos independentes e responsáveis. Acontece que o modelo tradicional de educação no Brasil passa por maus bocados, ainda mais no que tange questões subjetivas como inteligência emocional, desenvolvimento pessoal e concentração.

A falta de trabalhos voltados para essas questões na escola abre caminhos para problemas graves como comportamentos violentos, desrespeito e um ambiente desgastante, com um baixo nível de rendimento e aprendizagem.

Meditação como solução

Experiências e estudos científicos mostram que práticas de meditação e atenção plena podem aprimorar o equilíbrio, ampliação do foco, diminuição do estresse e melhoria dos níveis de atenção, aprendizagem e relacionamento, entre outros benefícios. Com a popularização destes conhecimentos, as técnicas vão se disseminando em vários setores da sociedade, entre eles, as escolas.

Percebendo isso, a Secretaria de Educação do Espírito Santo, em parceria com o Instituto Migliori, o Ministério Público do Estado e a ArcelorMittal, iniciaram o projeto MindEduca: “Educação em Valores, Desenvolvimento Humano e Cultura de Paz”.

O projeto inclui meditação no currículo escolar, além de desenvolvimento da inteligência emocional, capacidade de concentração e de se relacionar com os outros. O método foi implantado em 15 escolas de Vitória durante o ano de 2015, depois de um piloto realizado com duas escolas do município de Serra, em 2014.

Em entrevista ao Portal Namu, a neuropsicóloga e pesquisadora Regina Migliori, responsável pelo projeto, conta que 380 professores vão impactar cerca de 10.500 estudantes e suas respectivas famílias, porque o programa envolve os estudantes, os educadores, as famílias e a escola como um todo, ou seja, toda a comunidade escolar.

Nós trabalhamos com os seguintes eixos: atenção e emoções, que formam o mundo interno; aprendizagem, que é a instância mediadora entre o mundo interno e o mundo externo; convivência e decisão, que se referem às ações no mundo. Esses cinco pontos são trabalhados a partir de outras quatro potencialidades humanas. A felicidade, como um estado natural da nossa consciência, e não uma felicidade subordinada às causas e condições; o amor, essa habilidade de promover a felicidade, de aspirar à felicidade dos outros; o altruísmo, que está enraizado nessa capacidade de empatia, que é conseguir se transportar para a posição do outro, entender o que ele está sentindo, pensando, e encontrar a melhor forma de interagir; e a ética, que é a capacidade de produzir o bem comum.

Você pode conferir a entrevista na íntegra no Portal Namu.

 


fonte: Nossa Causa

 




CÉREBRO CULTURA DE PAZ DESENVOLVIMENTO HUMANO EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO EM VALORES ESCOLA FAMÍLIA MEDITAÇÃO MINDFULNESS NEUROCIÊNCIAS


Dúvidas? Estamos ansiosos para ouvir você.

Gostaria de levar o MindEduca para sua instituição?
SAIBA MAIS
Quer realizar um
evento na sua cidade?
ENTRE EM CONTATO
Quer se tornar
um instrutor?
SAIBA MAIS
Quer saber mais ou
falar com a gente?
ENTRE EM CONTATO

ANTES DE IR EMBORA

Receba nossa newsletter

Semanalmente enviamos artigos, notícias e dicas inspiradoras para uma inteligência ética. Que tal se cadastrar agora?