nav

NOTÍCIAS





MÍDIA

Escola Sesi implanta projeto de meditação


01/07/2013

Projeto Realizado em AL pode ser reproduzido pelo SESI Nacional A Escola Sesi Industrial Abelardo Lopes, localizada no bairro da Cambona, deu início, na se-gunda-feira, dia 22, a um projeto pioneiro. A consultora Regina Migliori está na capital alagoana onde ministra, até a próxima quarta-feira, 24, o workshop preparatório para a implantação do Programa Meditação, Neurociências e Educação.

A iniciativa é um projeto piloto do Departamento Nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi/ DN), que será replicado em escolas de todo o País, com foco na educação e no desenvolvimento humano. “Nosso objetivo é disseminar a cultura de paz e transformar a comunidade escolar em agentes multiplicadores. Além da nossa escola, uma unidade de ensino da rede pública também receberá a consultoria”, informou a gerente executiva de Educação do Sesi/AL, Betânia Toledo.

Regina Migliori tem um vasto currículo. Ela trabalha em projetos de desenvolvimento humano centrados em valores e sustentabilidade com empresas, governos, instituições de educação, e organismos internacionais.

Durante a sensibilização dos gestores escolares na Escola Sesi Industrial Abelardo Lopes, a consultora ressaltou que um ambiente de paz não é aquele homogêneo, onde todos vivem e pensam igualmente, mas um mundo onde os diferentes vivem em harmonia.

“Para saber conviver com essa diversidade é necessário, primeiramente, dialogar interna-mente. E isso se faz por meio do processo de meditação”, explicou. Migliori define o ato de meditar como o “treino do nosso estado de ser sincronizando mente, corpo, e ação no mundo, em processos de atenção, introspecção e transformação”.

O workshop marca o início da implantação do programa que visa a introduzir práticas de me-ditação em escolas, por meio de um programa de educação. Para isso, os educadores estão sendo capacitados nas práticas contemplativas, seus fundamentos neurocientíficos, e as interações com a educação.

De acordo com Regina Migliori, a inclusão da nova metodologia na grade curricular da instituição de ensino deve resultar no aprimoramento do equilíbrio subjetivo de educadores e estudantes; melhoria nos níveis de atenção, aprendizagem e relacionamento; diminuição dos níveis de estresse, desatenção, hiperatividade e impulsividade; conscientização sobre qualidades como aceitação, amorosidade, desapego, descentralização e empatia; transformação dos comportamentos; entre outros benefícios.

Fonte: Jornal Notícias SESI - Maceió, Edição 689 – Ano 5


EDUCAÇÃO NEUROCIÊNCIAS MEDITAÇÃO MINDFULNESS CULTURA DE PAZ CÉREBRO EDUCAÇÃO EM VALORES ESCOLA FAMÍLIA


Dúvidas? Estamos ansiosos para ouvir você.

Gostaria de levar o MindEduca para sua instituição?
SAIBA MAIS
Quer realizar um
evento na sua cidade?
ENTRE EM CONTATO
Quer se tornar
um instrutor?
SAIBA MAIS
Quer saber mais ou
falar com a gente?
ENTRE EM CONTATO

ANTES DE IR EMBORA

Baixe nosso programa